A Estrada de Wolocolamsk será apresentada no Theatro Vasques em 9 de novembro

Imprimir PDF



No dia 9 de novembro, Mogi das Cruzes vai receber o último espetáculo do Circuito Cultural Paulista deste ano. É a peça teatral “A Estrada de Wolocolamsk”, com texto original do dramaturgo alemão Heiner Müller e dirigida por Esther Góes e Ariel Borghi, da Cia. Ensaio Geral. A obra é dividida em cinco partes e se baseia em acontecimentos reais e imaginários para tratar de fatos ocorridos durante a Segunda Guerra Mundial.

As duas primeiras partes são baseadas no livro de Alexander Beck e têm abordagem realista, narrando episódios comprovadamente ocorridos durante a guerra. Já as três últimas entram um pouco no campo surrealista e têm como foco o regime socialista soviético, implantado pelos russos na parte oriental de Berlim, já no pós-guerra.

Nas partes iniciais, a narrativa gira em torno de uma tropa russa, formada por jovens e inexperientes soldados e liderados por um comandante, que tenta encontrar maneiras de torná-los aptos a enfrentar o exército alemão. O detalhe é que, em meio a um cenário tão sério e perigoso, a montagem destaca questões humanas triviais, como forma de explorar a complexidade da situação.

Já as três últimas, intituladas “O Duelo”, “Centauro” e “os Enjeitados”, tratam tanto de acontecimentos reais, como a crise do dia 17 de junho de 1953, quanto de situações simbólicas, a exemplo a cena em que um dirigente da época, de tão burocrata que era, acaba se transformando em uma escrivaninha.

A última parte, situada em um momento em que o sistema já estava enfraquecido, mostra o embate emocional entre um pai e um filho que discordam severamente sobre a situação do país.

A diretora da peça, Esther Góes, bastante conhecida por suas atuações em novelas da TV Globo, SBT, Rede Record e GNT, entende que essa última cena serve para simbolizar a proposta da obra como um todo, que é não estabelecer verdades absolutas, nem criar mocinhos e bandidos, e sim mostrar que há sempre uma verdade em cada lado, deixando o espectador livre para compreender, assimilar e se identificar da maneira que lhe fizer sentido.

“A Estrada de Wolocolamsk” será apresentada a partir das 20 horas no Theatro Vasques e a entrada é gratuita. A recomendação etária é de 14 anos. Além de Esthér e Ariel, também estão no elenco Carlos Meceni, Jova Andreazza, Carlos Morelli, Ale Pessôa, Pérsio Plensack, Cacá Toledo, Josué Torres, Amanda Vides Veras, Jean Dandrah e Pedro Paulo Fermer.

O Theatro Vasques fica na rua Dr. Corrêa, 515, no Centro. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 4798-6900.

Ficha técnica

“A Estrada de Wolocolamsk”

Tradução: Fernando Nuno | Adaptação: Esther Góes e Ariel Borghi | Direção: Esther Góes

Elenco:

Ariel Borghi (Coriolano) | Esther Góes (Volumnia) | Carlos Meceni | Joca Andreazza | Carlos Morelli | Ale Pessôa | Pérsio Plensack | Cacá Toledo | Josué Torres | Amanda Vides Veras | Jean Dandrah | Pedro Paulo Fermer

Iluminação: Domingos Quintiliano
Música Original: Miguel Briamonte
Cenografia: Fernando Brettas
Figurinos e Adereços: Márcio Vinicius
Coreografia de lutas cênicas: Nícolas Trevijano
Realização: Cia. Ensaio Geral Produções