Parcerias na realização de ações culturais garantem economia de R$ 1 milhão

Imprimir PDF



Diante de um cenário econômico instável e as incertezas sobre o que seria ou não possível realizar, a Secretaria Municipal de Cultura investiu pesado em parcerias ao longo de 2017. Como resultado, os espaços públicos e culturais da cidade foram palco para grandes produções e, paralelamente, foi possível economizar recursos da ordem de R$ 1 milhão.

Este é o cálculo do que teria sigo gasto para financiar tudo o que a cidade recebeu ao longo do ano, por meio das parcerias com o Governo do Estado de São Paulo, governo federal e também com o Serviço Social do Comércio (Sesc). Foram dezenas de atrações, que movimentaram os espaços culturais da cidade e atraíram público de 33 mil pessoas.

Em se tratando das parcerias com o Governo do Estado de São Paulo, pode ser citado como exemplo o seminário “Olhares da Gestão Cultural”, realizado em março, por meio da organização social Poiesis. A ação reuniu público de 120 pessoas, entre artistas e produtores culturais, no auditório do prédio-sede da Prefeitura de Mogi das Cruzes.

A Poiesis também viabilizou a realização de oficinas sobre elaboração de projetos culturais e Economia Criativa, que tiveram grande aceitação e a aprovação do público mogiano.

A cidade recebeu várias oficinas do Museu da Imagem e do Som (MIS), com destaque para as duas atividades com a presença da renomada atriz Eliana Fonseca e também a vinda de Beto Strada.

O programa Circuito Cultural Paulista foi outro que garantiu a realização de atrações culturais de qualidade e com artistas aclamados nacionalmente. Os destaques ficaram com a vinda da atriz Mel Lisboa, que atuou na peça infantil “Pescadora de Ilusão” e também do humorista Rafael Cortez, que fez recentemente uma apresentação de stand up comedy na cidade, por meio da qual foi possível ainda arrecadar brinquedos para a campanha Natal de Sorrisos, do Fundo Social de Solidariedade.

O Sesc foi outro grande parceiro, trazendo à cidade ao longo do ano ações de qualidade e com expressivo público. Um exemplo foi o Circuito Sesc de Artes, realizado no mês de abril no Parque da Cidade, juntamente à primeira edição do Food Truck Solidário, que reuniu milhares de pessoas no espaço público.

O Sesc também possibilitou a vinda de espetáculos primorosos, que compuseram a programação de aniversário da cidade, como os concertos da Orquestra de Câmara de São Paulo e do quinteto carioca Os Ordinarius.

Mogi das Cruzes, mais especificamente o Parque Centenário, também foi palco no mês de maio para a Caravana das Artes, um grande evento viabilizado pela Lei Rouanet, do governo federal, que atraiu público de cerca de 15 mil pessoas.

Ainda neste ano, pela primeira vez a cidade pôde participar da Jornada do Patrimônio Histórico, do Governo do Estado, o que serviu como um grande reconhecimento da relevância e representatividade do patrimônio histórico do município.

O Programa de Ação Cultural (ProAC), que promove o financiamento de projetos culturais em interface com a iniciativa privada, também viabilizou a realização de apresentações memoráveis no decorrer de 2017.

Vale ainda destacar o apoio da Caixa Econômica Federal (CEF), que pelo quarto ano consecutivo patrocinou a tradicional Cantata de Natal.

“Momentos de crise em geral pedem criatividade e foi isso o que fizemos ao longo desse ano. Reforçamos nossas parcerias e pudemos assim trazer à cidade espetáculos belíssimos, com grande público e custo zero para a Prefeitura. Foi uma grande lição aprendida”, destaca o secretário municipal de Cultura, Mateus Sartori. (Lívia de Sá)

 




   Rua Cel. Souza Franco, 795, Centro


Mogi das Cruzes/SP - CEP 08710-020



   11 4798-6900        
 culturamogi@pmmc.com.br


 

 


 
 
 
 

 Cultura 
   Mogi

 

Cultura Mogi

  

Theatro Vasques

  

Centro Cultural

  

Cultura Mogi

  

Cultura Mogi